GASTRÔ

A REVOLUÇÃO DO MALTE CHEGOU! #CERVEJA19/06/17

De volta ao batente, nosso colunista tem news pra quem ama Pão Líquido

Salve! Salve! Andei um pouco sumido e vocês logo pensam que nada de bacana vem acontecendo em Bacanópolis… Ledo engano!.. Neste meio tempo, a Wälls abriu um belo espaço para experimentação de cervejas, especialmente as reservadas em madeira! (Me desculpem, não tive como conhecer ainda, mas logo vou contar tudo pra vocês!). E até a Brahma andou investindo na educação cervejeira e vai lançar um mega Beer Truck com apresentação do processo de fabricação do nosso líquido sagrado, que vai rodar os festivais de sertanejo pelo país! (Bom, este eu vou deixar pra quem curte o estilo me contar…) O importante é que o mercado está se fortalecendo. Acredito que quanto mais informação, produtos e serviços de qualidade estiverem disponíveis, nós consumidores só temos a ganhar.

O ateliê da Wäls tem projeto de Gustavo Penna

Falando em ganhar, duas das mais importantes cervejarias artesanais independentes do Brasil estão se unindo para fazer um intercâmbio das suas cervejas! Neste negócio ganha-ganha, nós aqui de Beagá demos sorte e saímos ganhando. O que foi que aconteceu?? Seguinte, a Backer, daqui do nosso terreiro, e a também premiadíssima BodeBrownlá de Curitiba, fizeram esta parceria e quem for ao Templo Cervejeiro da Backer vai poder beber os condecorados chopes da cervejaria curitibana bem fresquinhos ou até mesmo levar em growlers!! (Isto mesmo, vai enchendo os seus growlers com PA200* logo!). Por outro lado, a cidade sorriso (vi no Wikipedia, não me perguntem o porquê do apelido) também vai poder beber à vontade as maiores cervejas medalhistas, uma belíssima estratégia de duas importantes microcervejarias que têm este objetivo de fortalecer o setor e disseminar nossa cultura de paixão pelo malte.

A diretora de marketing da Backer, Paula Lebbos, diz que a ideia surgiu da amizade entre as empresas com a finalidade de mostrar a importância da união entre as microcervejarias. Segundo ela: “Através deste exemplo, esperamos que as outras também façam o mesmo. Precisamos juntar forças para que nosso setor seja cada vez mais valorizado como produto local e diferenciado das grandes marcas de consumo”. E Paula está certíssima! A união das artesanais é primordial para terem força até mesmo na esfera política. Em 2018, as microcervejarias e os produtores artesanais de bebidas em geral, como a nossa cachaça artesanal, começam a se beneficiar da vitória de uma primeira batalha, pois poderão se enquadrar no imposto simples nacional. Mas muito ainda pode ser feito. Eu realmente acredito na revolução que pode acontecer na qualidade da produção nacional como vem acontecendo com o vinho (a história do post inicial!), e olha que a enocultura é bem mais complicada.

O Templo Cervejeiro da Backer já está pleno de tonéis de BodeBrown

Portanto, meus caros, não fiquem tristes: o mercado está se mexendo e, mesmo na crise, dá pra fazer muita coisa! Tem espaço pra todo mundo e gosto pra tudo também! Quem sabe não está na hora de juntar os amigos e fazer sua própria cerveja?! A Backer oferece cursos para HomeBrewer com seu próprio mestre cervejeiro (Sandro, o mito!), e se gostar e quiser repetir as receitas da BodeBrown é só comprar os kits que eles vendem pela internet! Mas se não quiser por a mão na massa, ou melhor, no mosto, e ainda assim quiser fortalecer a cena, os curitibanos estão precisando da sua ajuda para ampliar a produção! Tem várias opções de produtos para colaborar com a nova fábrica! Vida longa ao produto de qualidade! Cheers! 

Bem-vinda, BodeBrown!

 

Serviço:

Templo Cervejeiro Backer

Onde: Rua Santa Rita, 220, Olhos D´Água, Belo Horizonte 

Instagram: @cervejariabacker 

Ateliê Wäls

Onde: Rua Gabriela de Melo, 566, Olhos D’Água, Belo Horizonte/MG

Instagram: @walscervejas 

 

ANDERSON FREIRE (COLABORAÇÃO ESPECIAL)

FOTOS: DIVULGAÇÃO BACKER  / BODEBROWN / WÄLS



COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK